Skip to content

Windows Phone representa 1% no número de vendas de smartphones

vendas de smartphones com Windows cai para 1%

As coisas não andam muito bem para a Microsoft, pois as vendas de smartphones com Windows teve uma queda para pouco menos de 1% neste primeiro trimestre de 2016, de acordo com pesquisa.

Apesar do mercado de smartphones ter conseguido um aumento entre os três primeiros meses de 2016 (foram 349 milhões de aparelhos vendidos entre Janeiro e Março), os aparelhos com Windows não tem conseguido cair no muito nos gosto dos consumidores.

Em 2015 a Microsoft tinha 2,5% em vendas de smartphones, neste primeiro trimestre de 2016 o número de vendas caiu para 0,7%.

O Android está no topo de sistema operacional mais usado, segundo pesquisa feita este ano, os aparelhos com ele tiveram uma participação de 84,1% nas vendas, seguido do IOS da Apple com 14,8%..

O Windows Mobile so está acima do BlackBerry, que tem somente 0,2% no número de vendas de seus aparelhos.

Contudo, se levarmos em conta a queda, a Blackberry tinha 0,4% no número de vendas no ano anterior, concluímos então que o Windows continua com a maior queda deste ano em comparação com o ano anterior.

Vendas de smartphones em 2016

O número de vendas de smartphones teve um aumento de 4% em todo o mundo, de acordo com uma pesquisa feita pela Gartner, o que já deixar um ar de contradição com essa queda de vendas dos aparelhos com Windows Mobile. Dentre os aparelhos mais vendidos deste ano estão modelos da Samsung, Xiaomi, Huawei, Oppo e Apple.

De acordo com o a Gartner as marcas chinesas locais tem ganhado destaque e criando concorrência com muitas marcas grandes como Microsoft, como vimos anteriormente com o aumento do número de vendas de smartphones como o Huawei e Oppo.

Concluindo a questão…

Apesar do smartphone com Windows ser um aparelho bem estável, o que deixa as pessoas em dúvidas na hora de adquirir ou não um aparelho, com o sistema operacional da Microsoft é a liberdade. Em dispositivos com Android há um vasto número de aplicativos e atualizações, por exemplo, o que não acontece no caso de aparelhos com Windows Mobile.
Outro fator que influencia essa queda é a falta de novos aparelhos da linha Lumia. Ao que tudo indica, a Microsoft pode estar pensando em encerrar as vendas de aparelhos móveis. A empresa anunciou na semana passada que venderia sua divisão de telefonia para uma subsidiária da Foxconn.
Mesmo a Microsoft sendo uma marca de nome no quesito sistema operacional para desktop, não é por isso que seria uma marca top nos dispositivos móveis, como disse o empresário Rajat Guta: “No mercado de hoje é preciso muito mais do que uma marca bem conhecida para conseguir vender dispositivos.”

 

Veja também: