Skip to content

Sony deixa de fabricar smartphones no Brasil

Sony deixa de fabricar smartphones no Brasil

Por conta da crise algumas empresas não fabricam mais aparelhos no Brasil.

Depois da Xiaomi, agora a Sony deixa de fabricar smartphones no Brasil e agora passará a importar seus aparelhos. O motivo? Continue lendo…

Quando a Lei do Bem, incentivo do governo para a fabricação de smartphones e demais itens eletrônicos no Brasil, qual oferecia incentivos fiscais aos fabricantes.

A Lei do Bem teve seu fim, devido à crise financeira, houve um aumento no custo de produção das empresas fabricantes de smartphones, que resultou no elevado preço dos smartphones para o consumidor final.

Algumas empresas decidiram parar de fabricar aqui, por conta da crise, e resolveram importar, como foi o caso da Xiaomi, que deu uma pausa na fabricação nacional também.

O que é a Lei do bem?

A lei, que foi criada no ano de 2005 e teria fim somente em 2018, acabou sendo encerrada antes do previsto.
Segundo a acessória de impressa da Sony no Brasil, a Lei do Bem não a estava afetando, já que seus aparelhos mais baratos não saiam por menos de R$ 1.800,00 e a lei favorecia somente aparelhos até R$ 1.500,00.

Como o caso da Xiaomi, também a Sony deixa de fabricar aparelhos no Brasil.

É mais viável importar smartphones…

A diretora de marketing da Sony no Brasil Ana Peretti, diz que, o fim da Lei do Bem não é o único motivo dessa decisão (até porque, essa Lei não estava mais se enquadrando para eles, como dito anteriormente), a crise econômica no Brasil foi quem influenciou essa decisão da Sony no Brasil.

Segundo Ana Peretti, é mais viável, economicamente, fazer a importação de aparelhos, pois, além da diminuição dos gastos com o corte nos custos de produção, é possível atender a demanda.

Ou seja, fazendo a importação é possível trazer somente o que é necessário para aquele momento e ter um aumento na oferta de aparelhos.

Smartphones com preços entre R$ 1.600,00 e R$ 2.000,00 tem registrado um alto volume em vendas em comparação com o ano anterior (2015), bem como aparelhos com preços acima de R$ 3.000,00, e a Sony agora quer focar mais nessas ofertas.

Smartphones da Sony no Brasil agora serão importados

A Sony já adotava essa estratégia em seus dois modelos de smartphones, o Xperia Z5 e Z5 Premium. Agora seus modelos mais atuais também serão importados de fabricantes da Ásia ou China.

Uma pena, mas, como quase tudo por aqui, esse foi mais um projeto que não deu certo.

Quem perde não é somente o governo, mas também quem estava feliz com a oportunidade de poder comprar produtos nacionais e incentivar o avanço na produção de smartphones no país.


Qual sua opinião sobre a Sony deixar de fabricar Smartphones no Brasil
Deixe o seu comentário!

Veja mais: